Histórias B

O problema da falta de água e saneamento e o papel do poder privado

Imagem: Luis Quintero / Pexels

A ausência de sistemas seguros de água e saneamento coloca em risco a vida de milhares de pessoas – especialmente em períodos como o que estamos vivendo. Saiba como as empresas podem agir para ajudar a resolver esse problema e conheça organizações que já estão contribuindo para isso

Objetivo de Desenvolvimento Sustentável #6:

água e saneamento – acesso à água

Este conteúdo faz parte da série Pandemia de Covid-19 e os ODSClique aqui e confira todos os artigos sobre o impacto dessa crise na Agenda 2030 já publicados.   

Especialistas do mundo todo concordam que lavar as mãos é uma das formas mais efetivas de se proteger do novo coronavírus – e de uma série de outras doenças, aliás. Porém, infelizmente, essa arma simples e efetiva não é tão acessível quanto pode parecer…

Globalmente, 3 bilhões de indivíduos (ou seja, duas em cada cinco pessoas!) não têm em suas casas instalações básicas para lavar as mãos. 

Recentemente, falamos sobre como a pandemia está reforçando a importância de se alcançar o sexto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, que visa assegurar água, saneamento e higiene para todos até o final desta década.

Leia! Como enfrentar a pandemia sem acesso à água? (ODS 6)

Hoje, o assunto em pauta é como o poder privado pode ajudar a impulsionar a democratização do acesso a sistemas seguros de água e saneamento.

Siga a leitura e conheça estratégias utilizadas por organizações que estão agindo para proporcionar acesso à água a quem mais precisa.

O papel das empresas no avanço do ODS 6 e do acesso à água e saneamento

água e saneamento – acesso à água
Imagem: ONU/Safe Drink for All

Tornar realidade o acesso universal a sistemas de água e saneamento seguros para todos depende diretamente do desenvolvimento políticas públicas. Porém, isso não significa que o poder privado não tenha uma função importante nesse sentido…

Segundo o Pacto Global, movimento que incentiva o alinhamento de estratégias empresariais aos direitos humanos, existem diversas formas pelas quais empresas podem contribuir para o avanço da igualdade de acesso à água e saneamento. Estas são algumas delas:

  • Garantir que todos os trabalhadores tenham acesso à água potável e espaços adequados para higiene pessoal nas instalações da empresa.
  • Integrar os Princípios Orientadores sobre Empresas e Direitos Humanos na empresa, para garantir que suas operações não impactem o direito humano à água e ao saneamento das partes interessadas.
  • Conscientizar e treinar colaboradores e fornecedores sobre a importância do uso eficiente e da gestão sustentável da água e de produtos químicos nos processos de fabricação.
  • Promover uma melhor gestão da água ao longo de todo o ciclo de vida dos produtos.
  • Oferecer um salário que permita que os colaboradores possam comprar água potável e produtos de higiene para consumo no lar.
  • Executar projetos de cooperação para o desenvolvimento de atividades e programas relacionados à água e saneamento.
  • Criar alianças público-privadas com ONGs, universidades, setor público e outras empresas para realizar projetos que contribuam para ampliar o acesso à água e saneamento.

Mais informações aqui.

6 empresas que estão ajudando a expandir o acesso à água e saneamento

Safe Drink for All

água e saneamento – acesso à água
Imagem: Safe Drink for All

Safe Drink for All é uma startup brasileira que desenvolve tecnologias para tratamento e distribuição de água de forma mais sustentável e acessível. 

  • A Aqualuz, por exemplo, purifica água não-potável usando a luz solar, sem produtos químicos ou filtros descartáveis. E é a única tecnologia que faz isso no mundo todo!
  • A Aquapluvi é uma pia híbrida que permite tanto o uso da água de chuva como do sistema de abastecimento local para funcionar. Ou seja, a pia pode ser instalada em espaços públicos em regiões com ou sem acesso à água encanada!

Além disso, a startup realiza diagnóstico nas comunidades que possuem deficiência de abastecimento de água para identificar os sistemas mais adequados. Depois, capacita os moradores para usarem as tecnologias, implanta os sistemas e faz monitoramentos para medir o impacto na vida dos moradores. 

Mais informações aqui.

Volvic 

Imagem: Volvic

Promover o acesso à água está no centro da missão da Volvic (que, aliás, é uma Empresa B certificada). Para isso, a marca desenvolve parcerias com organizações do mundo todo para levar sistemas seguros de água para regiões vulneráveis.

Estas são algumas ações desenvolvidas pela empresa com esse foco:

  • Construção de minicentros de saneamento para purificar a água em escolas localizadas em favelas na Nigéria. Essa ação, aliada ao treinamento em higiene promovido nas escolas, contribui para melhorar a saúde e, portanto, a educação das crianças nas áreas mais pobres.
  • Construção de 431 pontos de água na Etiópia e na Nigéria, fornecendo mais de 33 bilhões de litros de água limpa para populações locais.
  • A Volvic está comprometida em fornecer acesso a 1 litro de água potável para pessoas necessitadas em todo o mundo para cada litro de água mineral natural Volvic consumido. Desde 2019, a marca já forneceu acesso a 1,4 bilhão de litros de água potável para mais de 5 milhões de cidadãos.

Mais informações aqui.

Soma

Imagem: Soma

Acabar com a crise global da água é um dos pilares da atuação dessa B Corp que trabalha em parceria com a ONG charity: water para distribuir água para quem não tem acesso.

A cada filtro de água vendido pela marca, parte do lucro é destinado à instituição parceira. Essas contribuições são direcionadas a projetos que visam facilitar o acesso a sistemas seguros e sustentáveis de água em países em desenvolvimento.

Mais informações aqui.

Ambev – AMA

Imagem: AMA/Ambev

Todo o lucro da venda da água mineral AMA, desenvolvida pela Ambev, é destinado a projetos que têm como objetivo levar água potável para a população do semiárido brasileiro, nas localidades onde não existem sistemas de abastecimento de água seguros.

Até o fechamento desta reportagem, a empresa investiu mais de R$ 3 milhões, em 57 projetos nacionais, por meio dessa iniciativa. 

Entre as soluções encontradas para levar acesso à água para quem precisa estão, por exemplo: 

  • Perfuração e poços profundos para captação de água.
  • Placas solares para baratear o custo de distribuição e garantir a sustentabilidade ambiental.
  • Revitalização de sistemas de distribuição inoperantes e/ou construção de cisternas em escolas, juntamente com sistemas de reuso de águas cinzas (água residual não industrial, proveniente de processos como lavar a roupa, a louça ou tomar banho).

As comunidades atendidas pelos projetos recebem treinamento para ajudar na gestão dos sistemas de água, bem como mantê-los em condições apropriadas para o uso no longo prazo.

Além disso, recentemente, a AMA anunciou a doação de 700 mil garrafas 2 litros a 140 comunidades e 18 hospitais em São Paulo e no Rio de Janeiro que estão sem acesso à água neste período de Covid-19. A iniciativa deve impactar mais de 240 mil pessoas.

Mais informações aqui.

Stattus4

Imagem: Stattus4

Segundo dados do Instituto Trata Brasil, cerca de 38,5% de toda a água potável do país é perdida devido a vazamentos – quantidade suficiente para abastecer cerca de 30% da população nacional por um ano.

Para resolver esse problema, a Stattus4 criou a solução 4Fluid, um sistema de gestão e monitoramento de perdas na distribuição de água.

Por meio de sensores conectados à internet, o sistema analisa o campo e identifica o local das ocorrências de pontos suspeitos de vazamento. A partir daí, é possível criar guias de visitas ou visualizar imagens de satélite do local exato do ponto suspeito.

Mais informações aqui.

Procter & Gamble

água e saneamento – acesso à água
Imagem: Procter & Gamble

Os cientistas do grupo Procter & Gamble inventaram um sachê de purificação de água fácil de usar. Cada pacote de purificação trata 10 litros de água, eliminando bactérias, vírus, parasitas e materiais sólidos de forma eficaz. Em apenas 30 minutos, uma família de cinco pessoas pode ter água potável para um dia inteiro. 

Por meio do programa global Água Pura para Crianças, o grupo já forneceu mais de 17 bilhões de litros de água potável. 

Mais informações aqui.

Iniciativas que contribuem para a democratização do acesso à agua e saneamento que você pode apoiar

O desenvolvimento de iniciativas próprias não é a única maneira de o poder privado ajudar a democratizar o acesso à água e saneamento. Além disso, é possível contribuir também por meio da parceria com instituições e ONGs que trabalham para resolver esse problema. É o caso, por exemplo, das duas que apresentamos a seguir!

Projeto Saúde e alegria

água e saneamento – acesso à água
Imagem: Projeto Saúde e Alegria

O Norte do Brasil é a região com a maior concentração de água doce do mundo. Porém, ainda assim, as populações ribeirinhas amazônicas sofrem com a falta de um sistema de abastecimento e tratamento de água. 

Desde 1987, o Projeto Saúde e Alegria (PSA), uma iniciativa civil sem fins lucrativos que atua em comunidades da Amazônia brasileira, trabalha para proporcionar a melhoria da água e do saneamento na região.

Para isso, a entidade desenvolveu sistemas híbridos (movidos à energia solar e a diesel) que abastecem comunidades inteiras com custo acessível à população. No modelo desenvolvido pelo PSA, cada comunidade conta com seu próprio sistema de abastecimento e distribuição de água. O PSA mapeia as necessidades da comunidade e desenha o projeto sob medida para ela.

Os sistemas são implantados com a ajuda das próprias comunidades, que se mobilizam em mutirões. Juntamente com parceiros, o PSA adquire materiais e equipamentos necessários e orienta os moradores durante a construção. Ao todo, já foram instalados 42 sistemas, que beneficiaram 13.453 pessoas, em 53 comunidades. 

Saiba mais e apoie este projeto: saudeealegria.org.br

Habitat para a Humanidade Brasil

água e saneamento – acesso à água
Imagem: Habitat para a Humanidade Brasil

Essa é uma organização global não governamental, sem fins lucrativos, que tem como propósito a promoção da moradia como um direito humano fundamental. Atuando no Brasil há 26 anos, a Habitat para a Humanidade já desenvolveu projetos em 11 estados do país e transformou a vida de mais de 76 mil pessoas.

Água para Vidas é uma das iniciativas da entidade. O objetivo é ajudar famílias da região do semiárido pernambucano a terem acesso à água potável em suas casas.

Para isso, a ONG realiza parcerias locais para proporcionar os meios necessários para captação e armazenamento de água através de ações como reparos de telhados e construção de cisternas. Ao todo, o Água para Vidas já beneficiou 400 famílias, levando mais qualidade de vida para cerca de duas mil pessoas.  

Além disso, durante a pandemia de Covid-19, a entidade tem ajudado populações mais vulneráveis a terem acesso à água para lavagem das mãos, por meio da instalação de pias comunitárias em regiões pobres de todo o Brasil.

Saiba mais e apoie este projeto: habitatbrasil.org.br

Outras ONGs globais que trabalham para o avanço do ODS 6:

Todos juntos pela Agenda 2030 – e pela universalização do acesso à água e saneamento

O problema da falta de acesso a sistemas seguros de água para consumo e higiene é complexo e global. Para resolver essa questão, é fundamental que a sociedade aja em conjunto em busca de alternativas para levar mais saúde e dignidade para a parcela da população que é privada desse direito humano fundamental. 

Na prática, isso significa que as empresas também precisam se posicionar – seja por meio do desenvolvimento de produtos, serviços e projetos voltadas a levar mais água e saneamento para quem mais precisa; pela realização de parcerias com ONGs e instituições que trabalham para o avanço do sexto ODS; ou mesmo pelo posicionamento em defesa dessa questão, cobrando ações da esfera pública para resolver o problema da falta de sistemas seguros de água e saneamento que afeta boa parte da população. 

Esperamos que as histórias apresentadas e as reflexões propostas o ajudem a encontrar formas de fazer a sua parte – seja individualmente, apoiando causas que apoiam o avanço do ODS 6, ou por meio de ações empresariais focadas nessa causa.

Conhece ou trabalha em uma empresa que está agindo para amenizar o impacto da crise da Covid-19 no ODS 6? Deixe um comentário com sua indicação ou entre em contato conosco. Essa é uma lista viva e poderá ser atualizada com as suas sugestões.

Veja mais exemplos de empresas que estão agindo para amenizar os impactos da pandemia:

Para continuar recebendo as atualizações sobre essa série e de todos os nossos conteúdos, assine nossa Newsletter e nos siga no Instagram e no LinkedIn.

Francine Pereira

Jornalista, especializada em criação de conteúdo digital. Há mais de 10 anos escrevo sobre tendências de consumo, inovação, tecnologia, empreendedorismo, marketing e vendas. Minha missão aqui no A Economia B é contar histórias de empresas que estão ajudando a transformar o mundo em um lugar mais justo, igualitário e sustentável.

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário