Universo B

Gigatonne Challenge: um programa de liderança aliado das empresas que desejam diminuir suas emissões de carbono

Gigatonne Challenge e a luta das empresas para reduzirem emissões de carbono

Conheça o Gigatonne Challenge e entenda como esse programa de liderança é um aliado das empresas que desejam diminuir suas emissões de carbono

Não há como negar a urgência de agir para reduzir as emissões globais de carbono. A importância da participação ativa do poder privado nessa jornada também é inquestionável. 

No entanto, mesmo cientes disso, muitas empresas se veem em uma encruzilhada: elas sabem que precisam ajustar seus processos e, em alguns casos, se reinventar para diminuir seus impactos. Porém, ao mesmo tempo, ainda não estão preparadas para agir em busca da descarbonização de suas operações – muito menos com a urgência e a rapidez que a crise climática demanda.

Zaid Hassan – Gigatonne Challenge
Zaid Hassan

Nesse sentido, em sua palestra da Cúpula Global do Clima*, o especialista em estratégia e inovação Zaid Hassan provocou uma reflexão importante:

“A resposta atual para a mudança climática não está funcionando. Precisamos de uma abordagem diferente. Caso contrário, enfrentaremos problemas sérios logo.”

Foi a partir dessa análise, aliás, que Hassan decidiu criar o Gigatonne Challenge, uma abordagem diferente para ajudar o poder privado a “virar a chave” para a neutralidade de carbono.

Leia também:

O caminho da Movida para ser carbono neutro até 2030

O que é o Gigatonne Challenge

Gigatonne Challenge é um programa de liderança em equipes, desenhado para apoiar qualquer pessoa frustrada com a forma habitual de se fazer negócios. O desafio convida os participantes a ‘desaprenderem’ muitos dos atuais modos de pensar e hábitos adotados ao trabalhar com desafios complexos.

Aplicado no Brasil pela Complexity University, o Gigatonne Challenge funciona assim:

Durante duas semanas intensivas, diversas equipes trabalham em conjunto, aprendendo a lidar com a crise climática na prática. Sem discursos vazios, promessas ou relatórios furados. Ação real com uma estratégia real.

O objetivo final do Gigatonne Challenge é formar equipes no mundo todo que sejam capazes de trabalhar em conjunto para reduzir um bilhão de toneladas de CO2 por ano. Ou seja, o programa visa propagar conhecimento prático e estratégico para acelerar as reduções de carbono das empresas. 

Desde o lançamento, em outubro de 2020, o Gigatonne Challenge já completou 3 edições de duas semanas. No total, 48 equipes iniciaram o desafio, 27 concluíram seus projetos e 13 continuam para a segunda e terceira edições. Além disso, 349 pessoas, de 96 cidades, em 46 países, inscreveram-se para o desafio. Elas foram assessoradas por 53 treinadores e 14 professores. 22 protótipos foram testados resultando na redução de 98.5 toneladas de CO2e.

Lições do Gigatonne Challenge para direcionar as ações de descarbonização de sua empresa

Hassan destacou alguns pontos-chave a serem levados em conta pelas empresas que desejam reduzir suas emissões de carbono. Segundo o cofundador do Gigatonne Challenge, para ter sucesso, uma estratégia efetiva de resposta às mudanças climáticas precisa incluir três metas importantes:

  • Metas temporais. Ou seja, é preciso especificar o quanto se espera atingir em determinado período. E esse período deve ser de curto ou médio prazo. Afinal, quanto mais longo for o prazo, mais as pessoas prorrogam as ações.
  • Metas de equidade. Além disso, é importante que as estratégias beneficiem não só os mais ricos e privilegiados. É preciso criar ações de redução de emissões que impactem diretamente a vida dos mais afetados pelas mudanças climáticas.
  • Metas de redução. Por fim, é fundamental efetivamente criar metas específicas de redução de emissões e acompanhar esses indicadores continuamente.

Saiba mais sobre o Gigatonne Challenge

*Este artigo faz parte da cobertura da primeira Cúpula Global do Clima, evento organizado pelo Sistema B e pelo B Lab, que aconteceu entre 29/06 e 01/07/21. Assine nossa newsletter para receber todas as atualizações.

Quer receber conteúdo sobre ESG, Agenda 2030 e negócios de impacto em seu e-mail?
Assine nossa curadoria de histórias, tendências, dicas e ferramentas pensada para a sua jornada B pessoal e/ou empresarial

Francine Pereira

Jornalista, especializada em criação de conteúdo digital. Há mais de 10 anos escrevo sobre tendências de consumo, inovação, tecnologia, empreendedorismo, marketing e vendas. Minha missão aqui no A Economia B é contar histórias de empresas que estão ajudando a transformar o mundo em um lugar mais justo, igualitário e sustentável.

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário